sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Quanto custa sua Bondade?

A bondade é um atributo que qualifica um ser de maneira a torna-lo mais bem quisto para com os outros por sua generosidade. Segundo o nosso querido Aurélio, bondade significa: 1. Qualidade de bom; 2. Boa Ação; 3. Benevolência, Clemência. E partindo desse conceito, podemos nos lembrar de como essa propriedade era mais valorizada na sociedade por sua genuína palavra. Antes, ser bom era qualidade, essencial para todo o ser humano. Atos de como ceder lugares aos mais necessitados, pronunciar os cumprimentos básicos – Bom dia!, Por favor!, Obrigado! -, prestar algum favor de forma a sem esperar nada em troca eram hábitos comuns.

Hoje, ser educado é sinônimo de fraqueza, burrice e não mais os favores são feitos sem esperar algo em troca, estes sempre são realizados num intuito da troca de benefícios. Num contexto onde a sociedade aumenta a cada dia mais o índice de competitividade no mercado de trabalho, pessoas esquecem-se de enxergar as necessidades dos outros, julgando sempre que os seus problemas são maiores e acabam por fazer coisas que apenas lhes beneficiem. E eis que fica a pergunta: Ainda existe aquela bondade genuína nos tempos de hoje? Pessoas fazem favores num intuito de apenas ajudar o outro ser? Ou tudo não passa de um jogo de interesses, onde o que predomina é o EU e nada mais? ...E pra você, quanto custa a sua bondade?

Abraços e até a próxima.
E aí?

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. O normal na sociedade contemporânea, como você falou, é proteger o próprio umbigo. Do jeito como a superioridade do eu está aumentando, a tendência é cada vez maior de passar por cima da pessoa do lado se for preciso - e até mesmo ignorar os valores que realmente exaltam a dignidade. Não custa nada ser bondoso/a para com o próximo; aliás, só tem a ganhar.

    Fui :*

    ResponderExcluir

Escreva seu comentário AQUI !!