terça-feira, 8 de novembro de 2011

Musicalidade escolar

Provocação de uma melhora na coordenação motora, ampliação do raciocínio, redução de problemas disciplinares, diminuição do estresse e fortalecimento do sistema imunológico são alguns dos muitos benefícios que poderiam ser aqui descritos em favor da música. A inclusão da musicalidade nos ocorridos vividos é algo natural que o ser humano realiza, onde associar uma melodia qualquer a um fato ocorrido é o motivo, por muitas vezes, causador de determinada ação diante d'uma situação.
Fazendo valer o ditado "antes tarde do que nunca", as escolas das redes públicas e privadas do Brasil terão que cumprir, até o findar deste ano, a lei nº 11.769 que foi sancionada em 18 de agosto de 2008 pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que torna obrigatória a inclusão da música como forma complementar à educação básica para crianças e jovens.
Além de um ganho na qualidade educacional dos estudantes, a sociedade como um todo irá se benificiar com tal lei - formando mais cidadãos detentores d'um elevado nível cultural, onde com a maior capacitação e valorização do profissional da área, as culturas regionais também serão exaltadas na esfera social.


Abraços.
E aí?

Um comentário:

  1. Apoiado!!!! Queria eu estar estudando no fundamental só para ter aulinha de música. Agora vamos ver a qualidade , né???? Como todas as outras, precisa de um profissional adequado e um certo nível de dedicação.

    ResponderExcluir

Escreva seu comentário AQUI !!